en pt

Atracção e Retenção

A atracção e retenção das pessoas são as nossas prioridades, através de práticas salariais equilibradas e competitivas assim como de políticas de desenvolvimento profissional que correspondam às suas expectativas.

O Grupo deu continuidade às suas acções de atracção de talento junto das universidades que, quer pelo prestígio do seu ensino quer pela sua abrangência geográfica, garantem a cobertura e divulgação nacional, de que são exemplo as feiras de emprego, workshops, e open days, entre outros.

A rede profissional LinkedIn assume-se como uma ferramenta valiosa de atracção de talento, tendo-se verificado um aumento substancial de candidatos recrutados através desta rede e de seguidores da página do Grupo que, no fim de 2016, eram mais de 87 mil.

Mais informação sobre outras iniciativas como o "Management Trainee Programme", que conta quase 30 anos de existência e que envolveu um total de 65 trainees de todas as geografias em que operamos, em 2016, pode ser consultada em detalhe no canal Pessoas deste website.

 

formação

Por forma a assegurar um ritmo de crescimento sustentado, temos apostado, em especial, na formação contínua das nossas pessoas independentemente da sua função ou geografia.

Ao nível dos managers, destacam-se programas de formação inovadores nas áreas de gestão, liderança e inovação, sendo desenvolvidos em colaboração com entidades formadoras de referência nacional e internacional.

Em Portugal, a EFJM - Escola de Formação Jerónimo Martins assegura a formação a todos os colaboradores do Grupo, bem como a transmissão de conhecimento e de boas práticas internas.

Em 2016, com o objectivo de qualificar operadores para as áreas de Perecíveis, foram operacionalizadas, pelas diferentes regiões do Pingo Doce, várias turmas dos cursos de Talho, Padaria, Charcutaria e Take-Away, Peixaria e Frutas e Vegetais.

Na Polónia, as Academias de Formação - Management Academy e Biedronka Management Academy - têm vindo a desenvolver programas de formação dedicados à liderança e desenvolvimento de talento, adequadas aos níveis hierárquicos, habilitações e experiência dos participantes.

Neste país, a formação focou-se na área estratégica dos Perecíveis, designadamente nas categorias de Fruta, Vegetais, Flores e Talho, contando com o apoio de uma equipa alargada de formadores, abrangendo mais de 37 mil colaboradores.

A implementação de uma plataforma de e-learning, suporte importante para a estratégia de formação e transmissão de conhecimentos à qual estão associadas várias vantagens do formato digital como, por exemplo, a disponibilização de conteúdos no local de trabalho, merece destaque em 2016.

Na Colômbia, a Ara TV, estabelecida em 2015, constituiu, para além de um canal de comunicação, uma eficaz ferramenta de formação, a par da introdução de outras ferramentas pedagógicas, incluindo a revisão de manuais. Adicionalmente, a área de Padaria foi considerada prioritária, o que justificou a criação de um centro de competências e o reforço da formação nesta dimensão.

Em 2016, o investimento na formação resultou no incremento de 35% do total de acções de formação realizadas, registando-se um crescimento de 52% do volume de formação face ao ano anterior. Registaram-se 67.063 acções de formação e um volume de formação de 3.954.810 horas.