Skip to content
  • Home // 
  • Jerónimo Martins investe 11 milhões de euros em Portugal em prémio anual para colaboradores das lojas e centros de distribuição
  • Partilhar
  • Ouvir

Jerónimo Martins investe 11 milhões de euros em Portugal em prémio anual para colaboradores das lojas e centros de distribuição

  • Em Portugal, cerca de 23 mil colaboradores recebem o prémio individual no valor de 500 euros
  • Nos últimos 5 anos o valor acumulado deste prémio extraordinário ultrapassou os 45 milhões de euros, apenas em Portugal
  • Mais de 80 mil colaboradores do Grupo, no conjunto dos três países, recebem este prémio
  • Só neste prémio transversal aos três países, o Grupo investiu c. 50 milhões de euros, o que representa aproximadamente 16% do resultado líquido de 2020
  • O Grupo distribuiu pelos colaboradores um total de 189 milhões de euros em prémios em 2020

 

O Grupo Jerónimo Martins vai investir cerca de 11 milhões de euros em Portugal na atribuição de um prémio extraordinário a 23 mil colaboradores das operações (lojas e centros de distribuição), que será pago com o salário deste mês de Abril.

Este prémio pretende reconhecer o trabalho e o contributo destes colaboradores para os resultados obtidos num ano tão desafiante como foi 2020, sendo atribuído também na Polónia e na Colômbia, num total de cerca de 80.100 colaboradores do Grupo abrangidos.

Em Portugal, 84% dos colaboradores elegíveis vão receber este prémio individual no valor de 500 euros, que acumula com a remuneração variável mensal em vigor e com os vários programas e acções de apoio aos colaboradores nas dimensões da saúde, da educação e do bem-estar familiar. Em 2020, o Grupo investiu, só no nosso país, mais de 3,2 milhões de euros nestes programas de responsabilidade social que visam auxiliar os colaboradores.

O Grupo Jerónimo Martins emprega em Portugal mais de 33 mil colaboradores, número que ascende a 118 mil no total dos três países onde está presente.

A atribuição deste prémio anual faz-se por aprovação do Conselho de Administração de Jerónimo Martins da proposta apresentada pelo seu Presidente, Pedro Soares dos Santos, e traduz-se num investimento global de cerca de 50 milhões de euros, o que equivale a aproximadamente 16% do resultado líquido de 2020.

Em Portugal, este é o 15º ano consecutivo em que que este prémio extraordinário é atribuído aos colaboradores das operações. Nos últimos cinco anos (2017 – 2021), o investimento acumulado ultrapassou os 45 milhões de euros no país, e os 190 milhões no conjunto dos três países (Portugal, Polónia e Colômbia).