Skip to content
Envolvimento e Compromisso

Mantemos o nosso compromisso de apoiar instituições que realizam trabalho social relevante.
  • Partilhar
  • Ouvir

Apoios Directos e Indirectos

Em 2017, apoiámos mais de 1000 instituições de forma directa, o correspondente a cerca de 21,7 milhões de euros. Este valor representa um aumento de 21% face a 2016.

Institucionalmente, apoiámos mais de 50 instituições, doando mais de 3,7 milhões de euros. Deste montante, 82% dos apoios foram destinados a projectos de cariz educativo e cultural, 11% canalizados para a área social e cerca de 7% para outras tipologias de apoio nas áreas da saúde, ambiente e cidadania.

Em Portugal, o Pingo Doce apoiou, em géneros alimentares e em valor monetário, mais de 400 instituições que cumprem uma missão social nas comunidades envolventes. Estes apoios fixaram-se em mais de 14,6 milhões de euros, dos quais 96% correspondem a donativos alimentares com um peso equivalente a mais de 9,6 mil toneladas. O Recheio, João Gomes Camacho e Caterplus ofereceram donativos em géneros alimentares e também monetários a 147 instituições sociais, num valor de mais de 550 mil euros.

Na Polónia, o montante dos apoios às mais de 400 instituições que ajudam a combater a fome e a subnutrição, que procuram sensibilizar a sociedade para causas sociais como a importância da alimentação saudável, o bem-estar das crianças institucionalizadas e a centralidade da família, fixou-se em mais de 2,5 milhões de euros. As doações de alimentos totalizaram, assim, cerca de 670 toneladas, o equivalente a um valor de mais de 1,4 milhões de euros, estimando-se terem chegado a cerca de 11 mil pessoas.

Já na Colômbia a Ara doou em 2017 géneros alimentares num valor equivalente a mais de 238 mil euros.

  • 01

    COMBATE AO DESPERDÍCIO ALIMENTAR

    Os excedentes alimentares que se encontram em condições de segurança alimentar, mas que não podem ser vendidos, são doados pelo Grupo, nas várias geografias, a instituições de apoio social que, depois, os fazem chegar a pessoas em situação de vulnerabilidade extrema. Em 2017, foram doadas cerca de 10,7 mil toneladas.

  • 02

    Pão a Pão

    Com a chegada de refugiados a Portugal provenientes de vários países do Médio Oriente, nomeadamente da Síria, foi celebrada uma parceria com a Pão a Pão – Associação para a Integração de Refugiados do Médio Oriente, na perspectiva de dar resposta à inclusão e empregabilidade de refugiados sírios, através do lançamento de um restaurante. Denominado Mezze (Refeição), este é um restaurante situado no centro de Lisboa, onde se pode comer refeições tradicionais da Síria. Em 2017 doámos o equivalente a 18 mil euros em géneros alimentares.

  • 03

    ACADEMIA DO JOHNSON

    Mantivemos o apoio, iniciado em 2015, à Academia do Johnson, um projecto comunitário que tem como missão o combate à exclusão social e ao abandono escolar de cerca de 160 crianças e jovens provenientes de comunidades vulneráveis na região de Lisboa. Esta Academia promove a prática de desporto como forma de desenvolvimento de competências comportamentais, sociais e técnicas que ajudem a prevenir situações de risco nas suas vidas e que potenciem a sua integração na sociedade. Em 2017 integrámos dois jovens da Academia em contexto real de trabalho, tendo sido contratados para a estrutura central e para o Pingo Doce.

  • 04

    CAMPANHA "VAMOS FICAR JUNTOS"

    No âmbito do Dia Mundial da Criança, a Biedronka apoia a campanha “Vamos Ficar Juntos”, desenvolvida em conjunto com a Caritas Polska para fomentar o reforço de laços entre as crianças e as suas famílias. Num investimento de mais de 100 mil euros em 2017, a campanha teve lugar em 22 cidades de várias regiões da Polónia, participando mais de 200 mil crianças e pais que tiveram a oportunidade de usufruir de várias acções de entretenimento e de géneros alimentares oferecidos pela Biedronka.

  • 05

    ABACO

    A Ara apoia a Abaco – Asociación de Bancos de Alimentos de Colombia, cuja missão é a de estabelecer alianças estratégicas com parceiros públicos e privados para o combate à fome e ao desperdício alimentar. Em 2017, a Ara doou mais de 116 toneladas de excedentes alimentares, estimando-se que estes alimentos tenham chegado a uma média mensal de mais de 590 pessoas. Evitou, ao mesmo tempo, a emissão equivalente a 2.400 toneladas de CO2 que, de outra forma, seriam depositadas em aterro.

Apoios Indirectos

Com o objectivo de alavancar o envolvimento dos clientes na luta contra a malnutrição, as lojas do Grupo permitem a recolha de alimentos doados pelos clientes por forma a chegar às pessoas em situação de vulnerabilidade extrema.

Apoio dos consumidores a Instituições

2.000
toneladas de alimentos doadas pelos nossos clientes em Portugal e na Polónia
86.000 €
angariados para apoiar mais de 1.500 famílias Colombianas
198.000 €
doados através de cartões solidários convertíveis em Alimentos

a 31/12/2017

Verificação Independente

Os dados referentes aos apoios concedidos às comunidades envolventes em 2017 foram verificados por uma entidade externa e independente no âmbito do Relatório e Contas de 2017 do Grupo.