Skip to content
Preferimos Local

Preferimos relações duradouras com fornecedores locais, garantindo a máxima frescura, ao mesmo tempo que estimulamos a produção, incentivamos a criação de emprego local e reduzimos a nossa pegada carbónica.
  • Partilhar
  • Ouvir

Parcerias: Fornecedores Locais e Inovação

No Grupo Jerónimo Martins optamos, sempre que possível, por fornecedores locais como forma de estimular a sustentabilidade socioeconómica das comunidades onde estamos presentes e de minimizar a pegada de carbono gerada pelos nossos produtos.

É por isso que apenas recorremos à importação de produtos nas seguintes situações:

  • Quando há escassez de produto por motivos de sazonalidade na produção, um fenómeno comum nas categorias de Fruta e Vegetais.
  • Quando não existe qualquer produção a nível nacional ou, no caso em que haja, esta não tenha volume suficiente para garantir o abastecimento sustentado das nossas lojas.
  • Quando a relação qualidade-preço dos produtos nacionais impede o cumprimento do nosso compromisso junto dos consumidores de proporcionar qualidade ao melhor preço.

O nosso compromisso é o de garantir que 80% das compras de produtos alimentares do Grupo Jerónimo Martins são realizadas a fornecedores locais.

Produtos comprados a fornecedores locais em 2019

Portugal
83%
Polónia
93%
Colômbia
+95%

Como promovemos a produção local

Utilizamos sinalética específica em alguns produtos de origem local.

É o caso de etiquetas com as cores da bandeira nacional em produtos Perecíveis, como a Fruta e Vegetais, e de informação adicional nos produtos das Marcas Próprias.

São exemplos os selos “100% Nacional”, em Portugal, “Polski Produkt” (Produto Polaco) na Polónia, e “Hecho en Colombia” (Feito na Colômbia), na Colômbia.

Parcerias e inovação na oferta de produtos locais

Procuramos introduzir produtos locais inovadores na nossa oferta. Estas acções proporcionam aos consumidores o acesso a um sortido variado, ao mesmo tempo que estimulam relações de parceria e o desenvolvimento de competências junto dos nossos fornecedores.

 

PORTUGAL 

No Pingo Doce, mantemos desde 2012 a medida extraordinária de apoio aos produtores portugueses, ao abrigo de um protocolo com a Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) – foi renovado em 2019 por mais três anos –, antecipando para uma média de 10 dias o prazo de pagamento a 370 fornecedores nas categorias de Fruta, Legumes, Carne, Peixe, Charcutaria e Vinhos.

Em 2019, os morangos da zona do Oeste de Portugal, as Maçãs das Beiras, as cerejas e pequenos frutos como mirtilos e framboesas tiveram destaque em loja e no folheto do Pingo Doce, através da menção “Produto Nacional”, tendo sido comercializadas mais de 1.900 toneladas destes produtos.

As parcerias do Recheio com fornecedores locais levaram ao lançamento de sete novas referências exclusivas de vinho das regiões do Alentejo e da Península de Setúbal, num total de mais de 92.600 litros comercializados, e de uma nova referência de azeite virgem extra produzido no Alentejo.

POLÓNIA

Através de visitas regulares aos locais de produção e da partilha de conhecimento técnico com os fornecedores, a Biedronka introduziu novas variedades autóctones como a ameixa Śliwka Węgierka, os pêssegos lnka e Harnaś e as maçãs regionais de Indicação Geográfica Protegida Lubelskie e Łąckie, disponíveis em mais de 1.100 lojas, num total de cerca de 740 toneladas comercializadas em 2019.

Desde 2016 que comercializamos, a cada duas semanas e em mais de 500 lojas da Biedronka, carne bovina (vitela) cujo ciclo de vida é controlado em conjunto com o fornecedor, numa abordagem “field to fork”.

COLÔMBIA

Desde o arranque das nossas operações em 2013, a Ara tem vindo a estabelecer relações estáveis e de parceria com fornecedores colombianos, não só pela aquisição de produtos de Marca Própria, mas também através da realização de um evento que reúne todas as partes: o Congresso de Marca Própria, que contou com 220 actuais e potenciais fornecedores em 2019.

Para além disso, a Ara estabeleceu um contrato com o Banco Agrário da Colômbia que permite aos fornecedores de produtos agrícolas aceder a taxas de crédito mais favoráveis.

Sensibilização e Formação a Fornecedores

Procuramos sensibilizar e formar os nossos parceiros de negócio através de programas e acções dedicados a temas relacionados com qualidade e segurança alimentar e desenvolvimento sustentável, aprofundando a relação especialmente em áreas onde é possível melhorar a cooperação e o desenvolvimento de produtos inovadores.

Desde 2014 que trabalhamos com os nossos fornecedores de Fruta e Legumes em Portugal com o objectivo de promover boas práticas agrícolas, tendo sido desenvolvido o Manual de Agricultura Sustentável. Saiba mais aqui.

Para além das nove acções de formação e reuniões focadas em temas de Qualidade e Segurança Alimentar, envolvendo mais de 150 fornecedores, realizadas em 2019, destaca-se o programa de desenvolvimento de fornecedores de Marca Própria da Ara “Ubuntu”, que tem como objectivo melhorar níveis de qualidade e capacidade de produção por parte desses parceiros, numa lógica de relação de longo prazo e de compromisso de ligação às comunidades locais na Colômbia.

Verificação Independente

Os dados referentes à informação sobre a proporção de despesas com fornecedores locais foram verificados por uma entidade externa e independente no âmbito do Relatório e Contas de 2019 do Grupo.