Skip to content
Preferimos local

Preferimos relações duradouras com fornecedores locais, garantindo a máxima frescura, ao mesmo tempo que estimulamos a produção, incentivamos a criação de emprego local e reduzimos a pegada carbónica.
  • Partilhar
  • Ouvir

Parcerias: fornecedores locais e inovação

No Grupo Jerónimo Martins optamos, sempre que possível, por fornecedores locais como forma de estimular a sustentabilidade socioeconómica das comunidades onde estamos presentes e de minimizar a pegada de carbono gerada pelos nossos produtos.

É por isso que apenas recorremos à importação de produtos nas seguintes situações:

  • quando há escassez de produto por motivos de sazonalidade na produção, um fenómeno comum nas categorias de Fruta e Vegetais;
  • quando não existe qualquer produção a nível nacional ou, no caso em que haja, esta não tenha volume suficiente para garantir o abastecimento sustentado das nossas lojas;
  • quando a relação qualidade-preço dos produtos nacionais impede o cumprimento do nosso compromisso junto dos consumidores de proporcionar qualidade ao melhor preço.

Produtos comprados a fornecedores locais em 2017

Portugal
84%
Polónia
92%
Colômbia
95%

Como promovemos a produção local

Em todos os países em que estamos presentes realizamos acções de sensibilização junto dos consumidores para promover a preferência por produtos de origem local.

Em Portugal, os nossos produtos de Marca Própria e Perecíveis encontram-se identificados com as etiquetas “O Melhor de Portugal Está Aqui”, “Produzido em Portugal” e “Fruta 100% Portuguesa”.

Na Polónia, os produtos são identificados com a etiqueta “Polski Produkt” (Produto Polaco) ou com a etiqueta “#jedzcopolskie” (Coma o que é Polaco).

Na Colômbia, os produtos levam as etiquetas “Hecho en Colombia” (Feito na Colômbia) e “Una Marca de Ara” (Uma Marca Ara).

Inovação na oferta de produtos locais

Estas acções proporcionam aos consumidores o acesso a um sortido variado, ao mesmo tempo que estimulam relações de parceria e o desenvolvimento de competências junto dos nossos fornecedores.

PORTUGAL 

Comercializamos nas nossas lojas variedades pouco desenvolvidas em Portugal, proporcionando aos clientes o acesso a um sortido variado de legumes e, ao mesmo tempo, estimulando o desenvolvimento de novas competências junto dos produtores. Os produtos incluídos neste projecto são a courgette redonda, a riscada e a amarela; a beringela riscada; o pepino doce e o bimi, uma variedade de brócolo.

 

POLÓNIA

A Biedronka foi pioneira ter disponível, ao longo do ano inteiro, o tomate malinowe (tomate framboesa) nas suas lojas, graças à cooperação com os seus fornecedores.

Imbuída deste espírito inovador, trouxemos às lojas da Biedronka, em 2015, as maçãs Antonówka e as pêras Klapsa, bem como as batatas Irga e Bryza. Lançámosa “Kuchnia Passionata” (“Paixão pela Cozinha”), uma gama especial de produtos vegetais, com o objectivo de promover a utilização de variedades tradicionais polacas na confecção de refeições.

Estabelecemos, através da Biedronka, uma rede de fornecedores de morangos em 2014, com o objectivo de reduzir o tempo entre a colheita e a disponibilização do produto nas lojas. No primeiro ano de projecto vendemos 74 toneladas entre Julho e Setembro e, em 2017, atingimos as 1.000 toneladas, através de uma rede com mais de 100 fornecedores, localizados nas regiões próximas dos Centros de Distribuição.

Parcerias

Consideramos que o trabalho em parceria e a sensibilização para a sustentabilidade podem transformar desafios em oportunidades.

 

PORTUGAL 

Apoiamos tecnicamente os produtores portugueses de borrego, vitela, porco, frango e peru, promovendo a escolha de rações à base de cereais e aconselhando quanto a modelos eficientes de gestão e de distribuição.

Mantemos um relacionamento directo com uma cooperativa de pescadores da zona de Sesimbra, assegurando a qualidade e a competitividade dos preços e a prática de artes de pesca tradicionais que permitem a regeneração sustentada das espécies.

Através do Pingo Doce mantemos a medida extraordinária de apoio aos produtores portugueses, ao abrigo de um protocolo com a Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP), antecipando para uma média de 10 dias o prazo de pagamento. Desde a sua criação em 2012, já beneficiaram desta iniciativa cerca de 500 produtores nas categorias de Fruta, Legumes, Carne, Peixe, Charcutaria e Vinhos.

O Pingo Doce desenvolveu uma parceria com um fornecedor local por forma a disponibilizarmos nas nossas lojas a “Maçã das Beiras”. Como resultado,  comercializámos mais de 1.000 toneladas deste produto de origem portuguesa em 2017.

 

POLÓNIA

Na Biedronka, aumentámos de 9 para 22 o número de referências de produtos biológicos na área dos Perecíveis de Marca Própria, em 2017.

Estes produtos fazem agora parte da nossa oferta permanente de Fruta e Vegetais – como são os casos das maçãs, cebola ou tubérculos – e na oferta de produtos sazonais, onde se incluem citrinos, tomate e abóbora. O volume comercializado de cerca de 1.700 toneladas em 2017 traduz um aumento de 150% face a 2016, , e contribuiu, em conjunto com os nossos fornecedores, para o aumento da oferta deste tipo de produtos na Polónia.

Na área de Padaria, desenvolvemos um pão tradicional cozido em forno de lenha, num projecto em parceria com uma Padaria Polaca –  Nowakowski Piekarnie –  fundada em 1925. Elaborado com base numa receita tradicional, o pão é amassado à mão e cozido num forno com madeira de faia certificada. Foram comercializadas e mais de 2,3 milhões de unidades em 2017.

Na secção de Talho, destacamos a parceria desenvolvida com produtores polacos de carne bovina cujo ciclo de vida é controlado em conjunto com a Biedronka numa abordagem “field to fork”. Iniciado em Abril, o Festival da Carne Bovina ocorre na segunda semana de cada mês em cerca de 100 lojas. No primeiro ano de projecto, vendemos mais de 30 toneladas.

 

COLÔMBIA

Na Colômbia, temos vindo a trabalhar, através da Ara, com o objectivo de estabelecermos relações estáveis e de parceria com fornecedores colombianos. Em 2017, colaborámos com 95 parceiros locais que nos forneceram mais de 580 produtos de Marca Própria.

Desde o arranque das nossas operações em 2013, a Ara tem vindo a realizar o Congresso de Marca Própria Ara, que conta com a participação de actuais e potenciais fornecedores locais.