Skip to content
A preservação da floresta é importante para nós

Adoptamos práticas e medidas para promover a produção sustentável de commodities como o óleo de palma, soja, madeira e derivados e carne bovina.
  • Partilhar
  • Ouvir

Zero Desflorestação Líquida

A procura global de commodities agrícolas é uma das maiores causas de pressão sobre as florestas.

Porque a desflorestação é uma das principais fontes de emissão de gases com efeito de estufa, é nosso objectivo assegurar, de modo progressivo, a origem sustentável de commodities agrícolas introduzidas nos nossos produtos de Marca Própria.

O nosso compromisso “Zero Desflorestação Líquida até 2020”, no âmbito do Consumer Goods Forum, é de contribuir para a redução da taxa de desflorestação e para a respectiva perda de biodiversidade.

Para minimizar este risco na nossa cadeia de abastecimento, temos vindo a implementar um conjunto de acções, com o objectivo de reduzir as emissões de carbono associadas à destruição da floresta, conservar a biodiversidade nestes ecossistemas e contribuir para eliminar as violações de Direitos do Homem, da Criança e/ou dos Trabalhadores associadas a estas commodities.

Para o efeito, colocámos as seguintes medidas em prática:

  • Mapeamos, desde 2014, a presença destes ingredientes nos nossos produtos e questionamos os nossos fornecedores sobre a rastreabilidade dessas matérias-primas e respectivas certificações e respondemos ao CDP Forests, disponibilizando publicamente as nossas respostas.
  • Somos membros da Roundtable on Sustainable Palm Oil (RSPO) e da Round Table on Responsible Soy (RTRS), iniciativas que promovem o alinhamento com as melhores práticas de sustentabilidade na produção de óleo de palma e de soja, respectivamente.
  • Participamos na Soy Buyers Coalition, um projecto liderado pelo The Consumer Goods Forum para desenvolver iniciativas que contribuam para travar a desflorestação nas principais regiões produtoras de soja no Brasil.

Classificação obtida no Carbon Disclosure Project 2018

“A-”
PARA ÓLEO DE PALMA
“B”
PARA PAPEL E MADEIRA, SOJA E CARNE BOVINA

Em 2018, verificámos um aumento da presença de commodities de desflorestação nos nossos produtos de Marca Própria e Perecíveis, justificado sobretudo pelo crescimento das nossas operações. A excepção verificou-se nos produtos e embalagens de papel e madeira, devido essencialmente ao incremento da incorporação de fibras recicladas.

Óleo de palma

A nossa estratégia para o óleo de palma assenta em dois vectores: i).  substituição por óleos alimentares com um melhor perfil nutricional; e ii). assegurar progressivamente a origem sustentável para o remanescente do ingrediente presente nos nossos produtos. Em 2018, os nossos fornecedores declararam que cerca de 70% do óleo de palma utilizado tem certificação Roundtable on Sustainable Palm Oil (RSPO).

Soja

Em 2018, os produtos de Marca Própria e Perecíveis do Grupo contaram com a presença directa de 15.482 toneladas de soja, das quais 9.366 toneladas são provenientes de países em risco de desflorestação1. A soja indirectamente presente nestes produtos (ex., utilizada na ração animal) foi calculada em 352.019 toneladas.

Os nossos fornecedores indicaram que cerca de 20% da soja proveniente de países de risco têm certificação de sustentabilidade Round Table on Responsible Soy (RTRS) ou ProTerra, garantindo, assim, que a respectiva produção não induziu desflorestação2.

Papel e Madeira

Os produtos de Marca Própria representaram um consumo de 104.405 toneladas de papel e madeira, excluindo embalagens, uma diminuição de 4% face a 2017. Destas, 1.204 toneladas são provenientes de países em risco de desflorestação1. Já o papel e o cartão contidos em material de packaging foram responsáveis pelo consumo de 82.525 toneladas.

Para as fibras virgem de papel e madeira, utilizadas quer em produtos de Marca Própria quer em em embalagens, verificou-se um aumento da proveniência de origens de risco. No entanto, o risco efectivo de desflorestação é mitigado pelo elevado nível de certificação: de acordo com os nossos fornecedores, mais de 90% destes produtos têm certificação de origem sustentável, designadamente certificação Forest Stewardship Council (FSC) e Programme for the Endorsement of Forest Certification (PEFC).

Carne Bovina

A carne bovina presente em produtos de Marca Própria e Perecíveis foi calculada em 48.825 toneladas, representando um aumento de 14% face a 2017, associado ao aumento das operações do Grupo. Destas, 931 toneladas têm origem em países em risco de desflorestação1, menos 1% do que em 2017. Apesar de um aumento de vendas em 2018 (mais 14%), verifica-se que menos de 2% são provenientes de origens de risco.

Notas:

1 Os países em risco de desflorestação considerados são definidos de acordo com as guidelines do The Consumer Goods Forum, para a soja e o papel e madeira. Para a carne bovina, o Grupo considera as mesmas origens que as consideradas para a soja.

Em todo o mercado mundial, só 3% da soja existente se encontra certificada.

Verificação Independente

Os dados referentes ao mapeamento da presença de ingredientes associados à desflorestação nos Produtos de Marca Própria e Perecíveis foram verificados por uma entidade externa e independente no âmbito do Relatório e Contas de 2018 do Grupo.

 Conteúdo Relacionado