Skip to content
Um negócio feito de pessoas

Procuramos promover práticas salariais equilibradas e competitivas e políticas de desenvolvimento profissional que correspondam às expectativas dos nossos colaboradores.
  • Partilhar
  • Ouvir

Atracção, Desenvolvimento e Retenção de Talento

O Grupo está consciente dos desafios dos mercados laborais modernos, onde se verifica uma acelerada transição para o digital, onde o desenvolvimento tecnológico é imparável e as taxas de desemprego apresentam-se muito baixas em diversas geografias.

Para enfrentar estes desafios, desenvolvemos uma política integrada de recrutamento – com um foco no talento jovem –, opções de desenvolvimento da carreira e recompensa pelo desempenho. O Grupo segue uma política muito activa de inclusão de pessoas com deficiência, em situação de vulnerabilidade social, migrantes e refugiados, bem como promove a formação contínua dos colaboradores. Em 2019, recrutámos externamente mais de 41 mil pessoas.

Como captamos talento

A rede profissional LinkedIn é uma ferramenta valiosa de atracção de talento, tendo-se verificado um aumento substancial de candidatos recrutados através desta rede e de seguidores da página do Grupo que, no fim de 2019, eram cerca de 183 mil.

Também reforçámos o investimento na showcase page Young Talent Jerónimo Martins,  focada no público-alvo universitário, tendo registado mais de 10.400 seguidores, o dobro de 2018. A Política Global de Onboarding, criada em 2019, é um instrumento importante de alinhamento do processo de integração de novos colaboradores ou capacitação de colaboradores que assumam novas funções. Esta política reforça o carácter das práticas de diversidade, inclusão e não-discriminação já vigentes no Grupo.

Para além disso, temos estabelecidas parcerias com escolas de hotelaria para um recrutamento direccionado às Cozinhas Centrais e Restaurantes Pingo Doce.

Na Polónia, as práticas seguidas pela Biedronka valeram-lhe o prémio Solid Employer 2019, tendo as campanhas de recrutamento sido reconhecidas pelo jornal económico “Puls Biznesu”.

Talento Jovem

O Management Trainee Programme, com mais de 30 anos, é o principal programa de atracção do talento jovem do Grupo, oferecendo uma carreira no negócio da Distribuição Alimentar e a oportunidade de adquirir competências e conhecimento, através de uma combinação única de trabalho em contexto real e de um programa de formação customizado.

Outras iniciativas incluem:

  • o Student Internship Programme, um programa de estágios do Grupo, para aproximar os estudantes ao mercado de trabalho. Com mais de 390 alunos participantes desde a sua criação, este programa pode servir como meio de identificação de potenciais candidatos para programas de trainees;
  • o programa Campus Ambassador, que funciona desde 2015 em parceria com estudantes universitários que, enquanto embaixadores do Grupo, transmitem os nossos valores e cultura, e promovem os Programas de Talento Jovem;
  • o programa JM Academic Thesis, que proporciona o desenvolvimento de teses de mestrado e doutoramento, fomentando-se a inovação.

Na Colômbia, o SENA – Servicio Nacional de Aprendizaje estipulou uma quota de estágios destinada a promover o desenvolvimento de competências e oportunidades de emprego para estudantes. Em 2019, e no âmbito deste programa, acolhemos 412 estagiários na Ara.

Programas de Inclusão

O Grupo tem uma atenção especial no apoio às faixas mais desprotegidas da sociedade, fomentando oportunidades de acesso ao mercado de trabalho a pessoas que estejam em desvantagem. Promovemos, por isso, a inclusão de pessoas com deficiência, migrante e refugiados, e também quem se encontre em situação de vulnerabilidade social.

Muitas acções são desenvolvidas em parceria com diversas instituições especialistas na área da inclusão social.

Em 2019, as diferentes Companhias do Grupo em Portugal contrataram 88 pessoas, tendo sido acolhidas 110 em acções de formação em contexto prático de trabalho.

Como desenvolvemos o nosso talento

O investimento no desenvolvimento dos nossos colaboradores é uma garantia de crescimento individual mas também colectivo, sendo as oportunidades de evolução na carreira transversais às geografias e todas as funções dentro do Grupo.

A política de retenção de talento passa pela aposta contínua na formação, pela mobilidade (entre Companhias, dentro das próprias Companhias e internacional) e também por políticas de compensação bem definidas que premeiam o desempenho de cada colaborador.

Formação

Por forma a assegurar um ritmo de crescimento sustentado, temos apostado na formação contínua das nossas pessoas independentemente da sua função ou país. Em 2019, registámos mais de 4,5 milhões de horas de formação, distribuídas por mais de 79 mil acções.

A formação nas áreas de Perecíveis destaca-se pela sua importância para o negócio, absorvendo 41% do volume de formação. Em 2019, mais de 19.000 colaboradores tiveram formação através da Escola de Formação em Portugal ou da Escola de Perecíveis Biedronka.

Mais de 32.000 colaboradores do Pingo Doce tiveram, ainda, formação sobre o novo modelo de atendimento SPA (Sorrir, Perguntar e Agradecer), num projecto desenvolvido pela Escola de Formação Jerónimo Martins.

Entre os programas desenvolvidos no seio do Grupo, destacam-se a Negotiation for Value Creation e a Action Learning – Booster (criadas em parceria com a IMD Business School), a 7.ª edição do Strategic Management Programme (resultado de uma parceria entre a Universidade Católica Portuguesa e a Kellogg School of Management), o Programa de Educação Executiva Digital (DEEP) e as novas edições do Programa Geral de Gestão de Loja (PGGL), desenvolvido pelo Pingo Doce e pelo Recheio.

Na Polónia, a Biedronkowa Akademia Zarządzania (Academia de Administração Biedronka) dinamiza programas para o desenvolvimento de competências de liderança, contando com a participação de gerentes e gerentes-adjuntos de loja. Também a Hebe Business School forma pessoas de diferentes funções, desde consultoras a gerentes de loja.

Na Colômbia, a Escola de Retalho da Ara desenvolve o Programa Geral de Gestão para managers e senior managers.

As plataformas digitais de aprendizagem (e-learning) são uma alternativa cada vez mais procurada e o Grupo está preparado para responder a esta necessidade crescente. A “Biedronka Virtual School” abrangeu mais de 5.000 colaboradores em 2019 enquanto na Colômbia, lançámos a plataforma de e-learning Crece con Ara (Cresce com a Ara), tendo sido criados 46 cursos para esta plataforma em áreas como a qualidade, auditoria, gestão de stocks ou competências soft skills.

Mobilidade

A mobilidade é parte integrante da estratégia de desenvolvimento, reconhecimento e valorização dos colaboradores, estando previstas três abordagens:

  • Promoções direccionadas – muito frequentes no Grupo e passam pela subida para cargos de maior responsabilidade hierárquica (mobilidade vertical) ou pelo assumir de novas funções (mobilidade horizontal);
  • Vagas em aberto – permite aos colaboradores, por iniciativa própria, diversificarem os seus percursos profissionais e ampliarem as suas competências;
  • Mobilidade internacional – é uma ferramenta decisiva para impulsionar a cultura e valores do Grupo, garantindo o alinhamento estratégico entre as necessidades do negócio e as ambições de evolução dos nossos colaboradores.

Em 2019, mais de 59.000 colaboradores mudaram de função, local de trabalho ou de empresa dentro do Grupo.

Como compensamos o nosso talento

Gestão da Performance

Todos os colaboradores do Grupo, em todas as Companhias , estão abrangidos pelo Ciclo de Gestão da Performance. Esta política visa a melhoria sustentada do desempenho dos colaboradores, alinhando o contributo individual com os objectivos estratégicos de cada Companhia.

Compensação

O Grupo procura seguir uma política competitiva e alinhada com a estratégia definida em cada país, promovendo simultaneamente a meritocracia, a igualdade de oportunidades e a equidade garantindo a não discriminação em função do género ou de qualquer outro critério.

Dado o nosso foco em elevados padrões de desempenho, pretendemos reconhecer e recompensar os colaboradores pelo cumprimento de objectivos – assim, a remuneração variável é crucial nas políticas de compensação, sendo o instrumento que garante o alinhamento entre a política retributiva e a cultura de meritocracia definida.

Em 2019, o montante total de prémios pagos ascendeu a 137 milhões de euros, representando um aumento de 24% face ao ano anterior.

Verificação Independente

Os dados referentes à formação dos colaboradores e aos programas de apoio à transição foram verificados por uma entidade externa e independente no âmbito do Relatório e Contas de 2019 do Grupo.