Skip to content
  • Partilhar
  • Ouvir

Jerónimo Martins distinguido nos Euronext Lisbon Awards

O Grupo foi distinguido nos prémios da Bolsa na categoria de Equity Champion Blue Chip

A Euronext Lisbon distinguiu os protagonistas do mercado de capitais durante o ano 2019 numa cerimónia, que como é habitual, se realizou logo após o início de um novo ano.

Jerónimo Martins foi a empresa premiada na categoria principal, depois de as acções terem chegado ao final de 2019 com uma valorização anual de 41,8%. O prémio foi entregue a Ana Luísa Virgínia, Chief Financial Officer do Grupo.

Na ocasião, Filipa Franco, Head of Listing da Euronext em Portugal, realçou que a “atribuição do Euronext Lisbon Award, Equity Champion – que distingue a empresa cotada com o maior valorização no ano anterior – à Jerónimo Martins é particularmente feliz. Na verdade, foi também em 2019 que a empresa celebrou o seu 30º aniversário em bolsa, oportunidade portanto para fazer um balanço desse percurso e assim constatar a relevância que o mercado de capitais teve na concretização do crescimento e prossecução do seu plano de desenvolvimento, que se traduz hoje numa presença incontornável nos mercados onde está presente, permitindo contudo preservar o seu cariz familiar. Um excelente exemplo de como mais empresas portuguesas poderiam prosseguir de forma independente, e preservando o controlo nos seus accionistas de referência, as suas estratégias de crescimento.”

A coincidência destacada pela responsável da Euronext, de em 2019 se terem assinalado os 30 anos sobre a entrada no Grupo na Bolsa de Valores, foi convenientemente noticiada na Our JM, com o balanço destas três décadas a mostrar a abertura ao mercado de capitais foi decisiva para o ciclo de crescimento e internacionalização que Jerónimo Martins percorreu desde então.

A cerimónia promovida pela Euronext Lisbon foi integrada na conferência Via Bolsa 2020, destinada a promover uma reflexão entre os diversos intervenientes ligados ao mercado de capitais, como empresas emitentes, intermediários financeiros, sociedades de advogados ou jornalistas.

O tema principal foi o debate sobre “Finanças Sustentáveis”, onde se procurou alertar todos os envolvidos para o papel decisivo que deverão ter no financiamento da transição para um planeta sustentável.